MARKETING POLÍTICO: VERDADES E MENTIRAS
6 de fevereiro de 2019
Negociação: algo que vai além da relação de compra e venda
6 de fevereiro de 2019

     Sergio Luiz de Jesus

Quando se trabalha de modo integrado em equipe (este, aliás, deveria ser o objetivo de toda empresa), é fundamental que cada membro do time, em especial a liderança, tenha uma noção clara de quais são os alvos, o que é importante para alcança-los e de que maneira a empresa enxerga este alvo diante de si. É o chamado triângulo MVV: missão, visão e valores.

Missão

Visão                         Valores

A missão de uma empresa está intimamente associada não só a seu papel enquanto geradora de lucro, mas também ao seu objetivo social, de desenvolvimento de pessoas e de realizações que contribuam para o sucesso da economia e do próprio mercado. Toda empresa deve ter uma missão, que vai nortear-lhe as ações em prol de objetivos financeiros, humanos e sociais.

A visão é um conjunto de convicções e compreensões sobre qual é o caminho a seguir, de que maneira os recursos materiais e humanos são encarados nesta trajetória e o que se pretende alcançar em nível permanente e a longo prazo. Trata-se de algo extremamente importante, já que é a visão que determina os focos de investimento, desenvolvimento, trabalho, estratégias e contratações de talentos, fundamental para se alcançar objetivos.

Os valores devem ser um grande contraponto à selvageria da competição e ao alcance de resultados “doa a quem doer”. Efetivamente, uma empresa que tem um alvo a alcançar poderá fazê-lo de maneira muito mais profunda se sua equipe estiver em ambiente sadio, integrada entre si, levando em conta princípios de respeito, flexibilidade, bom relacionamento, boa comunicação, confiança e qualidade de vida.

Embora muitos considerem que tudo isso não passa de filosofia, queremos perguntar: quantos dos leitores não passaram maus bocados por não conhecer qual é realmente a missão da empresa em que trabalham? Ou quantos ainda sentiram imensas dificuldades de realizar seu trabalho num ambiente deteriorado, selvagem e conflituoso? Ou ainda se sentiram colocados de lado sem serem aproveitados plenamente, uma vez que tinham talentos e habilidades, mas simplesmente não lhes foi dada a chance de contribuir e, com isso, apoiar o crescimento dos negócios?

Com certeza é mais do que mera filosofia. É todo um direcionamento para a energia vital que qualquer empresa, independente de porte, tamanho ou área de atuação precisa aprender a valorizar: o potencial criativo e participativo de seus funcionários. Com certeza a empresa que aprender a lidar com isso aumentará substancialmente seu lucro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ADQUIRA